Select Menu

Gif Flulink



Slider

Travel

Performance

Cute

My Place

Mercado Tricolor

Racing

» » » » » Lucas Fernandes: o alagoano que deve brilhar em 2017
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga


É com muito prazer que venho me apresentar aos leitores do FluLink e que a partir de hoje poderão acompanhar o Fluminense Stuff no site todas às sextas. Pra quem não sabe, meu nome é Caio e sou quem comanda o perfil @FluminenseStuff no Twitter, onde trago notícias, estatísticas e curiosidades sobre o tricolor.
E pra começar bem, nada melhor do que falar sobre um dos jogadores que a torcida tricolor mais tem expectativa de ver em 2017: Lucas Fernandes.

Lucas Fernandes ainda atuando na base pelo Fluminense
                         
                                
Nascido em Alagoas, Lucas começou nas categorias de base do Real Deodorense, clube de Marechal Deodoro, região metropolitana de Maceió. Com apenas 15 anos, saiu de Alagoas e foi a Bahia jogar no Vitória, onde permaneceu por 3 anos. Sem grande destaque, voltou a sua terra natal e teve a oportunidade de jogar em um dos maiores clubes de seu estado, o CRB. 

Lucas era uma das joias do CRB
                       
                                               
Meia de origem, Lucas teve uma ascensão enorme na base do clube alagoano durante 2012 e suas boas atuações lhe renderam um acesso ao time profissional, que na época disputava a Série C. Fez sua estreia na equipe principal em julho de 2013, contra a Luverdense. Acabou não tendo chances, passou a maioria dos jogos no banco do alvirrubro e voltou pra base.
Com novas atuações boas pela sub-20, o apoiador atraiu o interesse de grandes clubes brasileiros como Atlético-PR, Fluminense e Palmeiras. Mesmo sendo torcedor do time alviverde, Lucas decidiu aceitar a proposta do Flu e, em março de 2014, assinou com o tricolor.

Lucas comemorando um de seus gols pelo Flu
                         
                                       
Contratado para integrar o time sub-20 do Fluminense, o jogador teve boas atuações pelo tricolor carioca, mas não o suficiente para ter uma chance no profissional. 
Em fevereiro de 2015, foi emprestado para o Bonsucesso para a disputa do Campeonato Carioca, onde disputou 11 jogos, sendo 8 como titular. Após o fim do torneio, Lucas foi emprestado novamente, dessa vez para a Luverdense, que disputa a Série B.

Lucas Fernandes pela Luverdense:

25 jogos (18 como titular)
2 gols
3 assistências (18 p/ finalização)
25 finalizações (37% de aproveitamento)
24 dribles (58% de aproveitamento)
27 desarmes (81% de aproveitamento)

Lucas atuava como ponta direita na Luverdense
                                   
                                              
Em novembro de 2015, o Fluminense renovou o contrato de Lucas Fernandes até o fim de 2018. Mesmo com a expectativa de ir para a Flórida Cup com o elenco tricolor, o atacante foi novamente emprestado, dessa vez para o Avaí. 
Durante o catarinense, o jogador disputou 14 jogos e alternou entre titular e reserva, marcando 2 gols, um contra o Brusque e outro contra o Metropolitano. Na Série B, disputou apenas 8 jogos, marcou 1 gol e deu 1 assistência. Mesmo estando no banco, Lucas atraiu o interesse do Atlético-PR, que logo fez uma proposta de empréstimo ao Flu. Em julho, o atleta foi apresentado como novo reforço do clube paranaense.

                                            
                                        
Jogador foi destaque no Atlético PR
                                                  
O atacante finalmente teve a oportunidade de disputar uma Série A e em agosto realizou sua estreia, na derrota do Atlético para o Sport por 2x0. Com atuações regulares, Lucas caiu nas graças da torcida atleticana e teve papel importante na classificação do rubro negro para a Copa Libertadores, sendo o principal garçom da equipe, com 3 assistências pra gol e o jogador com mais dribles certos.

Lucas Fernandes pelo Atlético Paranaense:

20 jogos (15 como titular)
3 assistências (10 p/finalização)
18 finalizações (13% de aproveitamento)
22 dribles (77% de aproveitamento - Líder da equipe)
23 desarmes (85% de aproveitamento)

Não se pode esperar muitos gols de Lucas, mas sua velocidade e jogadas individuais podem acrescentar muito na equipe comandada por Abel Braga. O atleta se reapresentará no Fluminense no dia 11 de janeiro.

Autor: Caio Vinícius

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário

Deixe um comentário